ENA - Agência de Energia e Ambiente da Arrábida

Em desenvolvimento

EduLUX

Eficiência Energética na Iluminação Interior das Escolas Básicas (1º ciclo)

1. Breve descrição

A Agência de Energia e Ambiente da Arrábida (ENA) implementa, nos municípios de Palmela, Setúbal e Sesimbra, o projeto “EduLUX- Eficiência energética na iluminação interior de Escolas Básicas (do 1º ciclo) ”, no âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC) da ERSE. Este projeto, promovido pela S.energia (Agência Regional de Energia para os Concelhos do Barreiro, Moita e Montijo) e no qual participam, para além da ENA, AMESEIXAL – Agência Municipal de Energia do Seixal e a AMEAL – Agência Municipal de Energia de Energia e Ambiente de Loures, vai permitir substituir 27.478 lâmpadas em cerca de 200 escolas do primeiro ciclo.

2. Objetivo

O objetivo do projeto é melhorar a eficiência energética na área da iluminação interior em Escolas Básicas do 1º Ciclo, contribuindo também para a melhoria das condições de conforto e visibilidade dos utentes nos locais das intervenções.

3. Resultados esperados 

Como resultado previsto desta medida estima-se uma redução total de consumo de energia elétrica de 1.635.930 kWh/ano, o que se prevê que represente uma poupança anual de cerca de 200.000 €.

Esta medida permite não só reduzir substancialmente os consumos de energia nas escolas como também melhorar a qualidade da iluminação das salas de aulas de Setúbal, Palmela e Sesimbra, assim como os municípios de Barreiro, Moita, Montijo, Alcochete, Seixal e Loures, municípios que integram as Agências de Energia parceiras desta candidatura.

A implementação de medidas de eficiência energética nas Escolas Básicas do 1º Ciclo da responsabilidade dos municípios envolvidos, produzirá benefícios tais como:

- Diminuição dos custos associados à fatura de energia elétrica

- Redução da potência absorvida pelos sistemas de iluminação interior em edifícios das escolas básicas de 1º ciclo

- Obtenção de poupanças de energia resultantes de uma considerável redução de potência instalada e consumida

- Instalação de tecnologias eficientes na infraestrutura de iluminação existente

- Fornecimento de um serviço público de melhor qualidade através da melhoria das condições de utilização dos espaços iluminados diariamente frequentados por funcionários e utentes

- Redução dos custos do serviço de manutenção/ reposição (tempo de vida superior das lâmpadas de tecnologia LED comparativamente com lâmpadas T8)

- Permitir aos municípios demonstrar um comportamento exemplar em termos de eficiência energética, influenciando os futuros consumos de energia dos seus funcionários, munícipes e demais atores da economia local.

- Aumento da sensibilidade da população para a temática da eficiência energética

- Melhoria ao nível da compensação do fator de potência, o que proporciona uma redução no consumo de energia reativa

4. Investimento 

A implementação desta medida prevê a troca de lâmpadas tubulares fluorescentes de tecnologia T8 por lâmpadas tubulares LED e conta com um orçamento de 359.780 euros, com uma percentagem de financiamento prevista de 70%. 

5. Período de implementação

2017 - 2019 

Descarregar documento(s):
Nota de Imprensa EduLUX 190325.pdf