ENA - Agência de Energia e Ambiente da Arrábida

Em desenvolvimento

OBSERVATÓRIO ENERGÉTICO

O projeto visa promover a melhoria da eficiência no consumo de energia elétrica
em equipamentos e serviços sob a gestão da administração local autárquica, através da criação de uma plataforma para monitorização e gestão dos consumos de energia ao nível municipal.

FINANCIAMENTO

Medida financiada no âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia (PPEC), aprovado pela ERSE- Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos

PARCERIA

Esta medida é promovida pela ENA - Agência de Energia e Ambiente da Arrábida com a parceira da Watt-IS - Watt Intelligent Solutions e a RNAE - Associação das Agências de Energia e Ambiente (Rede Nacional)

OBJETIVOS, PÚBLICO-ALVO E AÇÕES

A medida tem como objetivo promover a melhoria da eficiência no consumo de energia elétrica em equipamentos e serviços sob a gestão da administração local autárquica (municípios e suas empresas municipais), através da criação de uma plataforma para monitorização e gestão dos consumos de energia ao nível municipal.

Com esta medida pretende-se observar o consumo de energia de todos os edifícios municipais que disponham de medição do consumo de energia elétrica por telecontagem.

Objetivos: 

- Agregação de dados
- Estabelecimento e análise de indicadores de desempenho energético por edifício
- Deteção de consumos desviantes
- Benchmark 
- Capacidade preditiva 
- Report 

Ao nível da cooperação, a plataforma será desenvolvida num modelo open source e modular que permita um desenvolvimento colaborativo. Serão incentivadas outras entidades, como sejam universidades, para o desenvolvimento de módulos que venham a potenciar a plataforma adicionando-lhe funcionalidades. Esta plataforma pretende ser um agregador de dados que possam vir a ser partilhados com autoridades locais, regionais ou nacionais.

Concluído o processo de desenvolvimento e teste da plataforma, a sua utilização será promovida a nível nacional através de ações locais/regionais de promoção a realizar por todas as Agencia de Energia portuguesas. Dadas as mais-valias da plataforma espera-se uma adesão generalizada dos municípios, pelo que será possível, ainda através da plataforma, agregar e disponibilizar dados e indicadores sobre o desempenho energético das infraestruturas municipais.