ENA - Agência de Energia e Ambiente da Arrábida
13 Nov 2020
UM MINUTO POR DIA, VAMOS FECHAR A TORNEIRA À SECA

Vamos fechar a torneira é o desafio lançado a todas as pessoas e entidades para enfrentar a situação de seca que se vive em Portugal, reforçando o alerta para a urgência da redução de consumos de água em Portugal às populações e aos setores produtivos.


O projeto europeu EnerNETMob, desenvolvido pela ENA em parceria com 11 países e cofinanciado pelo FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, visa criar uma rede inter-regional de mobilidade elétrica, garantindo a ligação entre cidades e regiões mediterrânicas, através do desenvolvimento de diversas ações.

A ação piloto desenvolvida pela ENA incide na logística urbana e contempla a instalação nos municípios de Setúbal, Palmela e Sesimbra de três postos de carregamento rápido, que permitem carregar veículos elétricos em menos de trinta minutos, com o objetivo de promover o transporte urbano sustentável e contribuir para a transição energética e a descarbonização do território.

Além disso, a ENA vai entregar um total de oito viaturas elétricas, seis bicicletas e-cargo, a repartir pelas câmaras municipais de Setúbal, Palmela e Sesimbra, e uma carrinha e uma bicicleta, a entregar à aicep Global Parques. As novas viaturas permitem às quatro entidades testar, nas suas deslocações, as vantagens de modos sustentáveis de mobilidade.

A mobilidade urbana sustentável é uma das áreas de atuação que motivam o Território Arrábida – Património Partilhado, a marca que unifica a política de implementação de projetos intermunicipais de Setúbal, Palmela e Sesimbra, com forte impacte no desenvolvimento social, económico e ambiental da região. Um destes projetos é o Plano de Mobilidade Elétrica para o Território Arrábida, estratégia que propõe medidas específicas para a implementação da mobilidade elétrica na região, identificando oportunidades de intervenção segundo as características territoriais e os padrões de mobilidade e crescimento de cada município.

NOTA: As viaturas  serão entregues em cerimónia a realizar quando a situação sanitária o permita em condições de segurança.